Os vestígios localizados neste nível de ocupação apenas nos permite identificar que aquelas marcas de estaca representam os vestígios de ocupação mais antigo daquela área. Contudo não se pode precisar que tipo de unidade funcional constituíam: se uma cerca, ou os esteios de uma casa, ou mesmo qualquer outra construção da fazenda Caiçara, anterior mesmo à formação do povoado. Mas logo o terreno foi preparado para a construção de uma casa, ou de uma nova casa.

Da antiga casa de taipa, rebocada, sabe-se que dispunha de dois cômodos frontais com acessos independentes: duas portas frontais levavam a cômodos distintos, que não se comunicavam entre si. Estes cômodos não ocupavam áreas iguais; um deles, o que ficava à esquerda da casa, muito menor que o outro, bem poderia estar relacionado às atividades comerciais do capitão-mor, que no povoado mantinha ‘um pequeno negócio’.

 Fonte: Relatório de escavação arqueológica da Casa do Capitão-Mor