Zenon Barreto

Sobral, 1918 – Fortaleza 2002

“Danças do Piauí”

Xilogravura

Ass. no canto inferior direito

 

Sobre o artista

Desenhista, pintor, gravador, escultor e autodidata. Entre as várias exposições de que participou, destacam-se o I,II e III Salão dos Independentes, realizados em 1952, 1953 e 1954, respectivamente; o I, VIII, IX,X,XI,XIII e XVI Salão de Arte Moderna, realizados no Rio de Janeiro, em 1952, 1958, 1959, 1960, 1961, 1963, 1966; a V Bienal Internacional de São Paulo, em 1959. Foi premiado no VIII, IX, XII, XIII, XIX Salão Municipal de Abril e na Mostra de Arte Jogos Universitários Brasil-Plásticas/72. Das exposições individuais ressaltam, em importância, as realizadas na Fundação Cultural de Brasília, em 1963, e no Museu de Universidade Federal do Ceará, em 1969. Editou um álbum de xilogravuras, tendo como tema as figuras típicas do Nordeste.